Um posicionamento bem profundo de Engenharia de Incêndio

O fogo é pré requisito de vida no mundo desenvolvido de hoje.


O Fogo foi reconhecido a partir do momento da consciência humana. Ele estava presente na criação do Universo. Tem sido uma parte de nós desde o início. A dependência de fogo para o calor, a luz, cozinhar e o motor da indústria tem sido diminuído de nossas vidas diárias de hoje e, portanto, tornamos - nos insensíveis ao comportamento do fogo. A humanidade tem investido muito em tecnologia para manter o fogo, mas relativamente pouco para impedi-lo. É claro que, grandes incêndios dramáticos foram narrados ao longo da história, e eles ensinaram mais medo do que lições completas. Provavelmente, a baixa frequência de ter individualmente uma experiência ruim com o fogo no leva a esquecer mais do que temos aprendido. O fogo é pre requisito de vida no mundo desenvolvido de hoje comparado a estar na linha da frente das culturas primitivas. Fogo raramente invade nossas vidas agora, então por que devemos nos preocupar com isso? À medida que a sociedade avança, os seus valores dependem do que é produzido e das fontes de produção. No entanto, como o meio para adquirir produtos se torna mais fácil, os valores mudam para dentro para o bem-estar da sociedade em geral e do nosso ambiente. Incêndio não controlado pode devastar nossos bens e fontes de produção, e isso se relaciona com os custos sociais da prevenção de incêndio e restauração da perda. Os efeitos do fogo sobre as pessoas e o meio ambiente tornam-se questões sociais que dependem da ideologia política e econômica que prevalecem no estado. Assim, a atenção para a prevenção e controle de incêndio depende de seu potencial de dano percebida e os nossos valores sociais no estado. Enquanto estas questões têm enfrentado todas as culturas (problema de cultura), talvez do século XX, em última análise serviu de base para abordar o fogo com a ciência adequada no meio de avanços sociais e tecnológicos significativos, especialmente entre os países desenvolvidos.

Numa sociedade moderna, o investimento em segurança contra incêndio depende do risco informado. Risco de confiança deve ser baseada em estatísticas completas. Um motivador importante de interesse do governo dos EUA para enfrentar as grandes perdas devido ao incêndio no início de 1970 foi articulada no relatório da Comissão Nacional de Prevenção de Incêndio e Controle (América burning) . Ele afirmou que os EUA sustentava anualmente mais de US$ 11 bilhões em recursos perdidos e 12.000 vidas foram perdidas devido a um incêndio. Dessas mortes, 3.500 foram atribuídas a incêndios em automóveis, no entanto, ocorreu um erro decimal nas primeiras estatísticas, estes tinham errado por um fator de 10 (apenas 350 foram devido a incêndios de automóveis). Assim, uma vez que o financiamento surgiu para resolver esses problemas, a verdadeira taxa de mortalidade anual diminuiu e cerca de 8000 foi estabelecido (uma queda em quase 4000 mortes anuais pode ser atribuída à nova pesquisa) . A taxa atual é de cerca de 4000 (4126 em 1998). O grande impacto sobre esta redução de cerca de 8000 em 1971 para a figura atual é mais provável atribuída ao aumento do uso do detector de fumaça de quase nada em 1971 para mais de 66 % depois de 1981. A redução da taxa de morte de fogo parece correlacionar-se com a taxa de utilização do detector. Em geral, nenhuma correlação clara foi criada para explicar as taxas de mortalidade de incêndio em países, mas o nível de mudança tecnológica e política parecem ser fatores. 

Enquanto o custo estimado de incêndio (perda de propriedade, as operações do departamento de incêndio, queimaduras, tratamento de lesões, o custo do seguro e perda de produtividade) foi de US$ 11,4 bilhões no EUA para 1971 , é atualmente estimada em 0,875% do Produto Interno Bruto (PIB ) ($11.7x 10^12) ou cerca de 102,000 milhões dólares. O atual custo de gastos de defesa dos EUA está em 3,59% do PIB. O custo por incêndio no PIB é quase o mesmo para os países mais desenvolvidos, com variação de 0,2 para 1,2%, com uma média de 23 países em 0,81%. Os EUA estão entre os mais altos em incêndio per capita com 6,5/1000 pessoas e cerca de 1,7 mortes anuais por 105 pessoas (de 105 pessoas 1,7 morrem na faixa até os 75 anos). Rússia lidera a última categoria entre as nações em 9,87. Isto dá uma percepção do risco de morrer por um incêndio em um tempo médio de vida (75 anos) em cerca de 1 em 135 para a Rússia e 1 em 784 para os EUA. Por isso, na vida de uma pessoa nos EUA, cerca de 1 em 800 pessoas morrerão pelo fogo, cerca de 10 em 800 por acidentes automobilísticos e o restante (789) provavelmente irá morrer devido ao câncer, doença cardíaca ou acidente vascular cerebral. Esses fatores afetam a forma como a sociedade e os governos decididem investir no bem-estar de seu povo. 

Fogo, como desastres de aviões comerciais, pode ter uma grande quantidade de custo de vida ou propriedade em um único evento. Quando se percebe que 15 a 25 % dos incêndios pode ser atribuído ao incêndio criminal, e hoje o terrorismo agiganta-se como uma ameaça, o incentivo para investir na melhoria da segurança contra incêndios pode aumentar. As 11/9 eventos no World Trade Center (WTC), com uma perda de vida em cerca de 3000 e um custo direto de US $ 10 bilhões não pode ser ignorada como um incêndio criminoso. No passado, tais eventos catastróficos apenas disparavam 'soluções rápidas' e ansiedade no curto prazo. Talvez o 11/09 ( 11 de setembro) - se percebido como uma questão de segurança contra incêndio - pode produzir um melhor investimento na segurança contra incêndios. Mesmo descontando o WTC como um evento de incêndio, desastres significativos do século XX tem e deve ter impacto sobre a nossa sensibilidade ao fogo. No entanto, o impacto dos desastres é de curta duração. 

Fonte de referência: Fundamentals of Fire Phenomena, James G. Quintiere. 2006 John Wiley & Sons, Ltd ISBN: 0-470-09113-4

28 visualizações

Av. Reg. Feijó, 944

Vila Formosa 

São Paulo - SP

03342-000

  • Facebook - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • LinkedIn - círculo cinza
Copyright © marcioferreira.eng.br 2019 - Todos os direitos reservados
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social
  • whats 3